sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Atualização Patrimônio - Julho/2016

Desculpem o atraso, tive uns contratempos com uma mudança de endereço repentina, já que o dono do apartamento que eu morava precisou do mesmo com uma certa urgência, como havia acabado de acabar o meu contrato não pude reclamar muito. Por sorte encontrei um apartamento próximo num estado melhor e mais barato. O atraso na publicação dos resultados foram por conta de uma maravilhosa infecção intestinal que peguei ao comer uma pizza envenenada no "Argentino", uma pizzaria aqui perto. Foi suficiente pra me deixar 4 dias com diarreia e vômitos, além de me fazer ir ao hospital 2 vezes essa semana. Fui só melhorar hoje. Mesmo assim estou meio fraco. Perdi mais de 3kgs nessa brincadeira.


Dondoca no Busão


Sobre as coisas bizarras que acontecem no meu cotidiano, uma delas eu achei bem engraçado nesse mês. Eu voltava do trabalho de ônibus, no momento estava passando por um bairro nobre daqui e uma senhora com cara de dondoca entra ônibus bem desorientada. Tipo, sem saber se deveria dar o dinheiro ao motorista ou ao cobrador. Viu os assentos preferenciais e disse que ela não poderia sentar ali, uma moça do lado, que tentava ajudar, disse que não houvesse ninguém ela poderia se sentar. A cena foi bizarra porque a mulher não soube chegar com calma ou pelo menos quieta, ela apareceu praticamente tropeçando em tudo que pode, como se nunca tivesse pegado um transporte público na vida. Ela aparentava ter mais de 45 anos. Provavelmente faliu e agora não tem grana nem mais pra pegar um táxi, mas continua morando em um bairro nobre.

Financeiro

O mês tinha tudo pra ser um mês com um aporte acima do normal, pois tinha economizado bem e feito umas boas horas extras. O problema foi a necessidade mudar logo. Tive que pagar a pintura do apartamento antigo, pagar adiantado a taxa de pintura do novo, o caminhão da mudança, seguro contra incêndio e outras porcarias que não me lembro agora, sobrou uns trocados na conta mas estão reservados pra comprar uns armários que precisarei. Fora o fato de ter feito uma compra de passagens para as minhas férias, valor esse que será devolvido no futuro. Também fiz uma compra de meu primeiro Fundo de Investimento Imobiliário, vi que estão dando uns bons retornos e adicionei ele pra criar um futuro fluxo de caixa. Não comprei nada de ações nesse mês.


Houve um crescimento por causa da alta da bolsa, o aporte mesmo foi mixaria, pouco mais de 1600 reais.


Sem mudanças

Ações

Clique para ampliar

Nessa lista está os FIIs que estou estudando comprar, mas no momento estou sem grana pra isso e vou só escolhendo os que me parecem melhores.

FIIs

Clique para ampliar


Várias pessoas comentaram o último post e posts passados, estou na promessa de responder com calma, mas hoje não porque ainda estou me recuperando dessa porcaria de infecção.

Um abraço a todos.

sábado, 2 de julho de 2016

Atualização Patrimônio - Junho/2016


O mês foi praticamente normal, meio lento, sem vontade. Talvez seja pela falta de boas perspectivas futuras, fico olhando as pessoas na rua e percebo um certo desânimo nelas, talvez até mesmo o meu desânimo refletido nelas, mas as coisas ainda estão caminhando a passos lentos para o abismo.

Acho que com a crise as empresas estão sendo testadas até onde elas conseguem ir, a exemplo disso foi o que aconteceu aqui. Na atualização de Abril eu comentei que tentei uma vaga de supervisão e essa vaga foi dada a outro cara.

Resultado, foi "promovido": 
O cara fez o trajeto analista -> supervisor -> "João Andante" em menos de 2 meses.

Agora estamos sem supervisão e provavelmente seremos anexados a outra equipe já que, até agora, saíram 8 pessoas dessa joça.

Previdência

Uma coisa que me deixou preocupado esse mês foi aquele rolo da Petros, já que a minha previdência privada é de lá. É um plano diferente cedido as empresas na qual ela/eu contribui para a aposentadoria de cada funcionário. Tipo a contribuição do fundo é separado por funcionário, não é como os planos da Petrobrás onde eles contribuem para o grupo. Mesmo assim, deu um certo receio de que a merda vai se espalhar a ponto de também atingir o meu plano.

Você é alguma coisa?


Essa foi a frase que me deixou encucado durante uma semana. No sábado passado eu fui a uma festa na qual encontrei uns conhecidos e, a grande maioria estava choramingando por causa da crise e que perdeu o emprego. Inclusive uma menina bem gostosinha que eu conhecia da minha cidade natal. No final da festa, eu estava conversando com os bêbados locais sobre os devaneios da vida, entre eles um cidadão que eu não conhecia me chamou a atenção. Ele era negro, franzino, com um cabelo rastafari do tipo que você logo imagina que se trata de um maconheirozinho de faculdade pública. Acho que sou preconceituoso também. Conversando com ele e outros que estavam no local, ele percebeu que uns amigos estavam me zuando dizendo que eu estou bem pra caramba nessa crise e coisas do tipo. Então ele perguntou: "Peraí, mas vc é alguma coisa?"
Fiquei olhando pra ele com uma cara de espanto, me pediu desculpas e foi me explicar o motivo da pergunta. De acordo com ele existem muitos caras nessas festas que ficam tirando onda e nem emprego tem, muitos posudos, que nem se quer estudaram pra ter uma formação. Ainda me contou que ele tinha uma namorada bonitinha que os familiares da moça, de família tradicional com boas condições financeiras, não gostavam dele pelo perfil que mencionei acima. 
Imagine vocês

Só que ele estudou, se formou, fez pós, hoje tem um emprego bacana e está numa condição boa. Conversando com ele deu pra perceber que ele tem um nível cultural muito bom. Se separaram por causa das encheções de saco dos pais dela.  Só que agora a crise bateu forte neles e a família dela está fudida, a moça não terminou a faculdade e agora tem problemas pra conseguir emprego. E agora? Ele está bem e não quer saber mais dela, mas deu pra perceber que ainda guarda uma mágoa por causa de tudo que passou.

Patrimônio:

Esse mês eu vi que uma empresa comprou quase 10% da Eternit e, por causa do preço, resolvi dobrar a minha posição. Como eu também sentia vontade de voltar pra roça escolhi uma empresa do ramo agrícola para me tornar sócio, a SLC Agro. Agora eu sou sócio de lindas terras agricultáveis. Pelo menos dessa forma eu me tornei um dono de fazenda que não faz porra nenhuma além de olhar os releases e a cotação.



Fiz uma comprinha de um lote do tesouro direto- NTNB-Principal 2035, eu pretendo ter pelo menos uns 10 mil reais lá pra quando chegar no vencimento, com o valor de aproximadamente uns 26 mil hoje, eu possa comprar um carro para o meu filho poder comer umas piranhas. (Detalhe que nem sou casado e nem tenho filhos.)
Pequeno crescimento.


Esse foi o resultado final, apenas alguns trocados a mais.

Um abraço!!

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Atualização Patrimônio - Maio/2016

Esse mês eu tive que ir a um casamento de um amigo no interior de Minas Gerais, mais um soldado abatido, não tinha como escapar pois eu que apresentei os noivos. Também fui o padrinho do casamento e ainda estou devendo o presente. Pelo menos ri pra caramba pelo fato dele ser um baixinho bem marrento e estar entrando numa família onde quase todos são mais altos que ele, a própria esposa já é uns 10 cm mais alta que o sujeito. Parece piada, mas lembrei da história do Pobretão com o cara dos Bombeiros que matou a esposa e se matou por causa de uma traição, esse amigo é da PM e tenho certeza que ele faria o mesmo, só acho que ele levaria o amante pra cova também.

Terras Secas


Uma coisa que eu prestei atenção no caminho foi como a região norte de MG e Sul da Bahia está desertificando, via a grama queimada e as vacas bem magras, a coisa não está ficando feia por lá. Conversando com amigos eu entendi como as coisas estão ruins. Um deles contou que o tio estava girando PRONAF que era concedido como um crédito fácil aos produtores rurais e ao invés de investir o dinheiro na fazenda, o mesmo estava o torrando, com direito a comprar Hilux pra dar um rolé, ostentação pura. Agora veio a conta pra pagar e o mesmo não tem de onde tirar o dinheiro. Outro contando que o sogro até chorou ao ter que lhe pedir dinheiro emprestado.

"Acabou o dinheiro, acabou o amor."


Outra coisa estranha foi encontrar uma mulher que eu quase tive um relacionamento, ela está casada mas mesmo assim ficou bem atenciosa pro meu lado, com aquela carinha de safada e uma bunda enorme que ela tem, principalmente depois de um conhecido ficar me perturbando dizendo que eu estou "rico" comparado a eles. Achei meio estranha a situação, muitos diálogos aleatórios depois, pelo que eu entendi depois de conversarmos que ela terminou o mestrado e perdeu o bom emprego que tinha, não quis entrar no doutorado, não conseguiu uma faculdade para dar aulas e agora está dando aulas pro ensino médio, ganhando metade do salário anterior, e o marido perdeu o emprego também, provavelmente ela está sustentando a casa sozinha. Pelo visto foi aquela máxima: "Acabou o dinheiro, acabou o amor."

Conversando com a parentada


Fiz um desvio no caminho e fui visitar uns parentes, todos reclamando de dinheiro. Até um deles que  é um empresário que era considerado "muito bem de vida" estava chorando as pitangas, reclamava que para ele antes 10 ou 20 mil reais não eram nada, agora morre pra poder pagar uma conta de mil reais. Detalhe sórdido que essa conta que me referi era a conta de energia dele, a concessionária de energia tinha ido lá cortar no dia que fui visitá-lo.




Nesse mês eu voltei a aportar, não sobrou muito por causa dos gastos com a viagem (ainda bem que tomei muito Whisky na festa pra compensar), coloquei um pouco de dinheiro na corretora e na minha conta de reserva, mas ainda não sei a que destina-los, recebi uns bons dividendos e já acumulo R$ 1055, 71 de proventos recebidos desde quando comecei a comprar ações. Acho que o lance dos proventos está começando a ficar interessante, quando eu tiver uns FIIs os proventos mensais já poderão até pagar uma cerveja pra mim.



Clique para ampliar

Eu estou em dúvida se compro um lote de 100 ações da VALE3 ou de 200 da SCLE3 ou UNIP3 ou KBLN3. Está bem difícil encontrar ações do setor de materiais básicos que estejam bem. Pensei na Vale pois imagino que ela pode se recuperar com a alta das commodities em breve. Por enquanto o dinheiro já está na conta da corretora e eu decidirei o que comprar futuramente.



Saudações e em breve nos veremos novamente.


segunda-feira, 2 de maio de 2016

Atualização Patrimônio - Abril/2016

Vou ser rápido, o trabalho tá uma bosta, eu trabalhei pra caralho só pra tentar ficar na vaga de uma capivara prenha que iria entrar de licença maternidade, e cair com uns trocados a mais na conta, só pra no final ela dizer que prefere que um outro sujeito fique. Detalhe que o cara é mais novo que eu de empresa. Fiquei super desanimado com isso. 

Teve outro acidente aqui, um cara teve os 2 braços quebrados quando um cabo de aço se rompeu, pior que o cara não tinha nada a haver com a movimentação, estava longe e sobrou pra ele. Tá todo mundo com o C* na mão por causa disso, o Ministério do Trabalho foi na empresa e meteu uma multa cabulosa e vai aumentá-la se a empresa não melhorar as normas de segurança. 

A Receita Federal alcançou coisa que nem eu sabia que tinha, uma de minhas irmãs andou declarando renda no escritório como se fosse minha e eu me fudi. Isso gerou um clima super pesado no feriado quando fui visitar a minha família. Cobrei o meu irmão também, ele disse que eu serei um dos próximos que ele irá pagar, acho que isso me dará uma boa recuperada nas finanças.
Só que no meu caso nem deve ter restituição.

R$ 7.746,93, sente essa mordida. 

Eu sabia que iria pagar algo, mas estava imaginando algo na casa dos 5 mil.




Tive que retirar R$ 3250,00 pra complementar a grana pra pagar o Darf, afetando o resultado negativamente.





Nada mais a dizer.


terça-feira, 5 de abril de 2016

Atualização Patrimônio - Março/2016

Mês ruim?????? 

Imaginaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa............foi muito pior.

Resumo do mês:

  1. Bicicleta roubada dentro do condomínio logo no início do mês. Prejuízo de mil reais calculando bem por baixo.
  2. Mudança planejada pro final do mês não aconteceu. Simplesmente na hora que fui assinar o contrato com o corretor verifiquei que existia uma cláusula bem estranha, conversei com meu cunhado e descobri que era uma tremenda furada. Basicamente a cláusula dava direito ao proprietário do imóvel entrar no meu apartamento e dar fim nas minhas coisas caso eu ficasse 30 dias sem pagar o aluguel, isso sendo que eu não poderia discutir. Fizemos um acordo, ele fica com o apartamento dele e eu fico com meu dinheiro.
  3. Instintos arraigados, talvez seja a situação atual, MAAAAAAAAAAAAASSSSSSS...........2 colegas saíram na porrada no meio do refeitório da empresa, por causa de uma discussão sobre política no meio do almoço. O petista deu um cruzado de direita na boca do anti-PT na frente de todos os colegas e derrubando o sujeito da cadeira, pra vocês terem ideia de que foi na covardia mesmo, nem chamou o cara pra briga, já chegou dando um soco. Fiquei sabendo no outro dia que tinham pedido a cabeça dele logo após o ocorrido.
  4. Outro mês fraco de serviço e a galera está em pé de guerra, a minha renda foi de apenas R$ 6.870,00 isso considerando os 2 lugares que trabalho, melhor que mês passado mas abaixo da média de 8k. Fora o gasto extra com vacinas da minha namorada, menos R$ 390,00 na conta.
  5. IRPF estuprador me informou que terei que pagar R$ 5.146,00 ao leão por conta das receitas extras.
  6. Houveram uns problemas familiares que aconteceram que eu prefiro não explicar, mas me deixaram muito mal esse mês, estou até sem falar com um de meus irmãos.
  7. Um colega de trabalho faleceu dentro de casa e outro levou um tiro na perna na saída de uma boate. Brasil não é para amadores e expectativa de vida aqui é curta.
O Pobretão vai amar essa.

Aqui já é outro cara.



Acho que a única coisa realmente boa foi que um gerente de outro setor me convidou a trabalhar com ele, isso com direito a uns trocados a mais na conta. O problema é que o meu colega já me avisou que gerente FDP não deve me liberar, alegando que está com falta de pessoal. Esse é um daqueles momentos em que você é punido for trabalhar direito pra um FDP.

Sem Aporte e Resultados

A grana não sobrou muito e por isso eu deixei na poupança pra pagar o IRPF destruidor no próximo mês, já tenho uns 3500 reais lá exatamente pra isso, não coloquei na conta porque sei que essa porcaria vai sumir naquele grande esgoto governamental.



Adicionei as ações que quero comprar aqui pra me lembrar depois.



Conclusão:

O aumento foi pífio e só existiu por causa da grana na renda fixa e pelo fato das ações terem dado uma boa recuperada nesse mês.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Contagem de corpos do trampo: +1

Acabo de ficar sabendo que mais um colega faleceu, escorregou no banheiro de casa e quebrou o pescoço. A última vez que falamos com ele foi na madrugada de segunda-feira e ele não apareceu ontem.

Quando eu puder dou mais detalhes.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Casos da Vida Real: Meus amigos.

Essa semana eu estava olhando o Facebook de uns antigos amigos e colegas de escola. Estudamos durante 6 anos na mesma escola e nós bagunçávamos a aula com frequência, até quando eu mudei de cidade. As vezes os visito, mas agora fica difícil pela distância.

O "AmigoA" era gordinho e feio, mas era de família rica, sempre teve tudo que sonhei, o danado tinha carro disponível bem antes de ter carteira de motorista. Em cidades pequenas como eu nasci, os poucos policiais que existiam faziam vista grossa pra esse tipo de coisa, já que eles sabiam quem eram os pais dos garotos que dirigiam. Desse modo, se o moleque não fizesse nenhuma merda eles também não apertavam. Além do mais esse "AmigoA" tinha de tudo, uns pitbulls de pedigree super fodas, os mais diversos vídeo-games e os brinquedos que queria.

O "AmigoB" era do tipo atleta do colégio, não era o cara mais bonito do pedaço, mas era muito popular com a turma. Sempre era um dos primeiros a serem chamados pro time de futebol e coisas do tipo. A família do "AmigoB" tinha alguma condição financeira, mas não era nada excepcional, o pai dele era um trabalhador normal como muitos por aí.

Nós

Os meus amigos nunca foram muito de estudar, admito que nem eu, só fui estudar mesmo porque vi que precisava de uma porcaria de diploma nessa porcaria de país.

Eu já morava em outra cidade quando soube que a namorada do "AmigoA" estava grávida, era notório que a moça não era santa, mas a moça era bem bonita pra esse meu "AmigoA" e ele estava muito feliz e tudo bem. A família desse amigo tinha dinheiro e bancou todos os cuidados pro menino nascer bem e viveram juntos por uns tempos. Depois de muitas brigas e traições os 2 se separaram.

O "AmigoB" se mudou de cidade algum tempo depois e acabou voltando pra casa por ter feito umas burradas, como não gostava de estudar ele hoje trabalha como frentista de um posto de gasolina do tio. (Sério isso, eu o vi lá quando fui visitar a minha família no Natal.)

O pai do "AmigoA" faleceu e ele herdou tudo, ficou rico e vive curtindo a vida com uma garota bem mais nova e muito gostosa, ainda continua feio pra chuchu. Sempre vejo fotos dele com o filho pescando e na praia.

Olhando as fotos do Facebook do "AmigoA" nessa semana, percebo que o filho dele é a cara cagada e cuspida do "AmigoB" na mesma idade, não precisaria nem de teste de DNA. O garoto está com uns 15 anos, idade essa que andávamos juntos e por isso eu me lembro bem. Se eu que estou longe percebi, muitos outros que moram perto também perceberam.

Situação semelhante a essa do nosso querido exterminador. Joseph Baena nasceu de uma pulada de cerca do Arnold.

Acredito que as pessoas não falam nada porque ele criou o menino a vida toda e os 2 amigos se conhecem a muito tempo, não dá pra estragar uma amizade assim. Talvez os 2 até saibam e passaram por cima disso, não sei ao certo. Eu também não tenho coragem de perguntar. 

Afinal a vagabunda moça deve ter pensado no que era melhor pro filho dela. 

Eu só queria comentar com vocês, já que acho melhor pensarem bem ao fazer algumas coisas na vida.

Um abraço.


PS: Acreditem vcs ou não, essa história é real e eu mesmo estou impressionado com isso.